DIREITOS HUMANOS E UMA GESTÃO EMPRESARIAL SOCIALMENTE RESPONSÁVEL PARA OS DESAMPARADOS

Autores

  • Renato Alves Vieira de Melo

Palavras-chave:

Estratégia ESG, educação em direitos humanos, sustentabilidade

Resumo

As necessidades da sociedade e as oportunidades organizacionais se unem para transformar as empresas utilizando estrateÌgias no sentido de impulsar o seu desempenho e melhorar os seus resultados. Os Direitos Humanos são relevantes para os negoÌcios empresariais com praÌticas ESG, a fim de proteger a vida dos necessitados; para isso, se exige que os atores sociais e principalmente os desamparados sejam incluiÌdos de modo a que se possa subsistir socialmente, qualificando as empresas em sua gestão socialmente responsaÌvel em relação aos mais necessitados.

A gama complexa e ampla de questões, em que a maioria estaÌ relacionada aos direitos humanos e aÌ€ devastação socioeconoÌ‚mica, recebe menos atenção do que a dimensão ambiental; com isso, a estrateÌgia ESG aparece como um componente de transformação para as empresas e a sociedade; no entanto, a maÌ qualidade dos dados disponiÌveis e a falta de conhecimento são as razões frequentemente citadas para que os compromissos atentem para os riscos sociais e ambientais, fazendo com que as metas ESG sejam um impulso significativo para as transformações.

Infelizmente, o “social†fica atraÌs de outros elementos do ESG no desenvolvimento de estrateÌgias consistentes e eficientes para medir o desempenho da empresa de uma forma que seja uÌtil para os investidores.

A pandemia de corona viÌrus e a devastação socioeconoÌ‚mica deixada em seu rastro tambeÌm reforçaram a importaÌ‚ncia do componente social da estrateÌgia ESG.

Downloads

Publicado

2022-10-08

Edição

Seção

Artigos